terça-feira, 30 de agosto de 2011

PSL ganha 200 novos filiados e revela que vai fazer oposição ao PSDB nas próximas eleições


Na sexta-feira, dia 26 de agosto, o Partido Social Liberal (PSL) realizou um evento na Câmara Muncipal durante o qual se lançou como mais uma agremiação que fará oposição ao PSDB na disputa pelo poder político de Jundiaí. Roberto Siqueira, presidente estadual do PSL, justificou a escolha do partido pelo fato de o atual prefeito tucano Miguel Haddad não ter cumprido nenhum dos compromissos assumidos com a sigla nas eleições de 2008, onde o PSL fez parte da coligação que apoiou o PSDB.

O PSL ganhou força com a filiação de cerca de 200 militantes que deixaram o PPS pelo fato deste partido ser obrigado pela direção estadual a apoiar o PSDB no ano que vem. Entre os novos filiados, o maior destaque fica com o médico Dr. Pacheco, que ainda analisa se será candidato a prefeito pelo partido ou se vai se coligar com algum outra sigla progressista da cidade que faz oposição à oligarquia que domina a política em Jundiaí já há mais de 30 anos. Além disso, o PSL deve lançar pelo menos 15 candidatos a uma vaga na Câmara dos Vereadores nas eleições de 2012.

O Deputado Estadual Pedro Bigardi, maior liderança entre a esquerda progressita na região atualmente, participou do evento. Com a vinda do PSL as forças de oposição ao PSDB local vão ganhando força para a sucessão municipal em 2012.

2 comentários:

Ricardo disse...

Hum, oposição... Tá...
Mas precisava usar as MESMAS CORES dos tucanalhas???

Índio de Tanga disse...

Nem tudo que eles fazem é Merda...
Eles também tem o direito de possuir bom gosto!!!!